Alimentos e dermatite atópica

Embora seja conhecido que pacientes portadores de dermatite atópica podem apresentar períodos de agravamento da doença, com piora das lesões e aumento da coceira, ainda não se determinou ao certo que mecanismos são responsáveis por este agravamento imprevisível.

Sabe-se que mudanças climáticas, fatores emocionais e alimentos podem estar implicados nesta piora. Para determinar se os alimentos podem ser mesmo um fator desencadeante do agravamento, foi realizado um estudo no Japão com 195 pacientes adultos, portadores de dermatite atópica que já tinham sofrido agravamento de suas lesões cutâneas.

Os pacientes foram hospitalizados e submetidos a um teste aberto com alimentos suspeitos. O controle foi feito através de fotografias antes e após o teste, e mostrou que de 1 a 3 testes positivos para alimento foram confirmados em 44% dos pacientes examinados.

Alimentos X agravamento da dermatite atópica

Os alimentos mais agressivos foram chocolate, queijo, café, iogurte e alguns alimentos japoneses. Foi solicitado aos pacientes excluir da dieta os alimentos positivos nos testes. A exclusão dos alimentos agressores por 3 meses permitiu melhora progressiva da doença.

Estes resultados sugerem que os alimentos podem desempenhar papel importante no agravamento das lesões cutâneas de pacientes portadores de dermatite atópica.

Fonte: Informativo MedNews (Ref.Bibliog.: J Dermatol; 30(2):91-7).

Mais Artigos Especiais